Top

Quer um passeio inusitado? Pantanal Carioca!

A equipe Inspire Viagens tava querendo programa praiano e o destino foi escolhido: Rio de Janeiro. Mas onde ficar? No turístico bairro de Copacabana? Perto da super famosa Ipanema? Não, a escolha foi por lugar um pouco mais afastado do centro, a Barra da Tijuca. Destino definido. Hora de dar aquela pesquisada em hospedagem. Digita: pousada barra da tijuca. Hum… Digita de novo: hostel barra da tijuca. De repente, aquela animação de jovens com cervejinha gelada fim do dia? Hum, bom… Digita mais uma vez: hotel barato Barra da Tijuca. É, sugestões ótimas não faltam. Mas vamos tentar aqui mais uma opção: hotel barra da tijuca. Pronto! Escolhemos um delicioso e confortável hotel na Barra da Tijuca!

Maaaas, durante a pesquisa, aparece um resultado curioso: Pousada Ilha da Gigoia. Ué. Descrição: blá, blá, blá…perto do Pantanal Carioca. Oi? Pantanal Carioca? Sim, isso mesmo. É óbvio que acabamos indo até lá conferir de perto. Mas, calma, antes de contar a nossa aventura eu faço logo um desafio, que vale mesmo se você for um carioca raiz: já ouviu falar desse lugar, chamado Pantanal Carioca? Du-vi-do! Mas sem problema. A ideia aqui é essa! A gente explora e conta pra você se vale, ou não, dar uma visitada. E já te adianto. Vale. E muito. Vem com a gente!

No caminho que leva ao Pantanal Carioca, o turista aprecia vegetação abundante e paz no local (Arquivo Pessoal)

A Inspire Viagens começou sua jornada com a missão de explorar destinos e hotéis pra você, viajante, se sentir livre pra fazer suas escolhas e desbravar o mundo à sua maneira. Indo sempre na melhor opção pro seu estilo de viagem. E como ter essa liberdade com tantas opções possíveis? Com informação de qualidade, que você encontra aqui. Leia nossas matérias com os mais diversos destinos possíveis e inspire-se!

A equipe Inspire Viagens instalada em delicioso hotel na Barra da Tijuca decide explorar ponto turístico singular no Rio de Janeiro, pertinho, e desbrava o Pantanal Carioca. Confira a aventura completa!

Você está procurando um hotel barato na Barra da Tijuca? Ou um hostel na Barra da Tijuca? Ah, não, é uma pousada na Barra da Tijuca? Ou um chiquérrimo hotel na Barra da Tijuca? Não importa.  Com certeza, quem pensa em turistar no Rio de Janeiro, mesmo já determinado em ficar na Zona Oeste, na hora lembra das praias, do Cristo Redentor, do bondinho do Pão de Açúcar… Tô errado? Então, foi com esse roteiro clássico em mente que eu, Saulo, e minha esposa e parceria de viagem Priscila, embarcamos pra Cidade Maravilhosa dispostos a explorar. Mas seriam apenas dois dias em um hotel na Barra da Tijuca e, diante de um cardápio tão variado, decidimos focar na charmosa praia da Barra. Mas aí uma opção inusitada surge durante a pesquisa da hospedagem. Pantanal Carioca. Com esse convidativo nome, não pensamos duas vezes. E bóra ver o que nos espera.

Balsas aguardam a chega dos visitantes, boa parte hospedada em hotel e pousada na Barra da Tijuca (Arquivo Pessoal)

O rolê é na Lagoa de Marapendi, um mundão de água que fica cercada das avenidas principais da Barra da Tijuca e dos condomínios de prédios altíssimos. Perto dali, há diversas opções de pousada na Barra da Tijuca, assim como hostels e hotéis mais chiques ou, confortáveis, mas mais em conta. Mas a confusão do centro urbano que a envolve, não chega nem perto quando entramos na balsa para iniciar o passeio. Um paraíso que faz a gente se sentir longe da cidade.

De um lado, a maravilhosa praia da Barra e, do outro, a Lagoa de Marapendi. No complexo de Lagoas da Barra da Tijuca, há nove ilhas no total. Muitas repletas de moradores, restaurantes, uma vida animada por ali. É o que chamamos de Rio dentro do Rio, são as várias camadas cariocas todas esperando você, amigo desbravador, pra explorar a Cidade Maravilhosa por diversos ângulos. E a nossa expedição rumo ao Pantanal Carioca, uma área de conservação que fica dentro da Lagoa de Marapendi, começa indo de carro do hotel na Barra da Tijuca até o ponto de encontro (veja no mapa abaixo) e a entrada na balsa.

Um pouco ansioso já começo logo com a piadinha clássica pra criar intimidade com a galera do passeio: E, aí, todos sabem nadar? Os grupos na balsa podem variar de número de pessoas e também do tipo de aventura. Há passeios para conhecer a região completa, que duram perto de uma hora e meia, e passeios mais curtos direcionados a ilhas de moradores ou a restaurantes no local, estes sempre mais baratos. Antes de embarcar nessa aventura, vale checar o preço com os responsáveis pelo transporte. Voltando à nossa barca, a piadinha é bem recebida pelos meus companheiros de aventura. Sorrisos e olhares cúmplices de ansiedade são trocados. Inicio um bate-papo mais sério com a galera e quero saber de onde cada um vem e onde está hospedado. Identifico todos os tipos de viajantes. Alguns em hotéis, como a gente, mas muitos optaram por pousada e hostel Barra da Tijuca.

Chegada a hora: nossa aventura rumo ao Pantanal Carioca começa! (Arquivo Pessoal)

De volta ao nosso passeio, eu e Priscila imaginamos como deve ser morar naquelas ilhas. Incrível estar tão perto da natureza, mas dentro de um grande centro urbano. Ao mesmo tempo, a dependência das balsas e dos barcos a motor é total. Imagina só quando fazem uma pequena obra? Deve dar uma trabalheira tudo ter que ser transportado de barco… A Lagoa de Marapendi também é utilizada com frequência por moradores dos condomínios que a cercam. Muitos aproveitam as balsas para se deslocar até a praia da Reserva. Vamos abrir um parêntese pra ilha mais conhecida da região: a ilha da Gigoia. Uma graça, cheia de ruelas, bares e restaurantes. Uns mais rústicos e até restaurante mais chique de frutos do mar. E se você quiser curtir experiência completa grudadinho ao Pantanal Carioca, tem também pousada na ilha da Gigoia. Vale conferir!

E a barca segue. Chegamos na área da de conservação ambiental. Passam por ali capivaras, garças, jacarés… Opa! Isso mesmo, jacarés. A viagem ganha contorno ainda mais emocionante, confesso. Nesse caso, não basta nadar. Mas nadar rápido. Penso em fazer nova piada, mas logo me distraio com a vista. Aproveitamos o passeio pra contemplar o belo visual. Se você curtir, há serviços de passeios com biólogos a bordo e eles explicam toda a fauna e a flora da região. Às vezes, nos desligamos no meio da aventura e parece mesmo que estamos no meio do Pantanal, aquele que fica lá no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, e não pertinho do nosso hotel na Barra da Tijuca. Mas essa é a realidade. Esse pedaço de paraíso fica no Rio de Janeiro, ao lado de avenidas super movimentadas, mas, por lá, a paz reina absoluta. Incrível.

Contemplo a paisagem enquanto a barca retorna para o ponto de partida e chegada (Acervo Pessoal)

Terminamos o passeio com desejo de voltar algum dia. Muitos restaurantes pelo caminho, vielas e pessoas incríveis pra bater um papo e conhecer melhor o estilo de vida e o trabalho de preservação daquele paraíso tropical. Somos um casal de sorte: viemos ao Rio curtir praia em frente a um delicioso hotel na Barra da Tijuca e terminamos aproveitando também o Pantanal Carioca. E você, querido leitor, pode ir pro mesmo caminho. Seja qual for a hospedagem, de hostel Barra da Tijuca à pousada Ilha da Gigoia, guarde um tempinho no roteiro na Cidade Maravilhosa e faça o passeio completo pela Lagoa de Marapendi. Não vai se arrepender.
É isso, amigo viajante. Termina aqui mais um passeio por um charmoso e paradisíaco destino na cidade do Rio de Janeiro, o Pantanal Carioca. Se você está pensando em dar um pulo na Cidade Maravilhosa, assista a todos os vídeos de destino e inscreva-se no nosso canal. Assista também a dicas de hospedagem, com hotéis e pousada na Barra da Tijuca que tenham o seu perfil. E se você souber que há algum amigo seu vindo pro Rio, compartilhe com ele todas as dicas. Tchau, galera! Até a próxima!

Abraço de quem está curtindo desbravar novos pontos turísticos no Rio de Janeiro (Acervo Pessoal)
Reviews
4.75
Venue
Creativity
Architecture
Quality
Summary
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Mauris molestie leo ipsum, at suscipit nisi gravida sit amet. Suspendisse vitae quam non nisi varius cursus.

Post a Comment