Top

Quanto custa ir para Disney em reais!

Planeje sua viagem para Disney hoje!

Quanto custa ir para Disney em reais!



Viagem para Disney? Não esqueça de planejar!

Viagem pra Disney? Não esqueça de planejar, pois planejamento é tudo nesta vida, imagina numa ida à Disney? Tá brincando, né? Se você valoriza seu dinheirinho e seu tempo, confira as dicas!
O grande macete de fazer uma viagem incrível está no planejamento, pois se faltar dinheiro, seu sonho de princesa pode virar um pesadelo. Leia atentamente nossas dicas e não se meta em roubadas na terra do Tio Sam! Exemplo: você sabe quais são os top 5 dos erros numa viagem à Disney? Leia e repita com um “não” na frente, como se fosse um mantra:
1. Chegar sem um planejamento
2. Dormir até mais tarde e chegar nos parques depois das 11h
3. Ir a vários parques grandes em sequência
4. Não levar os cupons de desconto
5. Não agendar os FastPass com antecedência

Todo sonho é possível, mas planejar antes faz o sonho se tornar possível. Pense nisto! É por isso que venho ajudar os amigos a sonhar e planejar sua viagem para Disney.

“Where the dreams came true”

“O lugar onde os sonhos se tornam realidade”

Com esse slogan, a Disney World conquistou o mundo e a nós, minha esposa e eu, totalmente paralisados diante de tanta beleza e sonhos. É impressionante como eles fazem a mágica acontecer, fazem realmente tudo parecer incrível e gigante! Da primeira vez que fiz uma viagem para a Disney, fiquei com um nó na garganta quando vi aquilo tudo diante dos meus olhos. Ao contrário do que pensei toda a vida, não é um chavão: a Disney parece realmente mágica! É algo arrebatador, é incrível!




Mas o tema de nosso post hoje é sonhar o sonho possível. Beleza. Que estamos em meio a uma crise, todos nós sabemos, mas o que os donos dos estabelecimentos points dos turistas não sabem, é que cada real do nosso bolso está praticamente valendo um rim! Houve tempo (ô, saudade) em que poderíamos pagar com sal, especiarias, mas na era das notas verdinhas, doletas, precisamos cuidar muito bem do nosso #dindim. Gastar mal seu dinheiro em viagem é como ir à Orlando e nem olhar o Mickey! Sacou a gravidade do negócio? Você volta com aquela sensação “será que perdi algo?”, e então cai em si num choque de realidade financeira com um mix de arrependimento “agora já foi, perdi”. E você não me vai fazer essa vergonha na frente do Mickey, meu amor, porque sem planejamento, nem a melhor mágica do Harry Potter pode te salvar! Com isso, nós planejamos para você, cabeça, presta atenção nessas dicas!

Essas fotos, logo abaixo, foram tiradas em novembro de 2017. Veja. Eu e minha esposa fomos para Orlando fazer compras e dar aquela chegadinha na Disney. Amigos, com o dólar alto ou baixo, se você não estiver com tudo bem planejado, vai cantar igual ao #RenatoRusso “Festa estranha com gente esquisita, eu não tô legal”. Seu suado dinheirinho pode correr solto por lá, sem você nem perceber, meu brother! Você pode transformar sua viagem para Disney num pesadelo horrendo e demorar anos para se recuperar. Cara, não seja essa pessoa! Não entre nessa roubada!

[mc4wp_form id=”816″]



“Dizer que todo sonho é possível é algo que soa esquisito…”

Dizer que todo sonho é possível é algo que pode soar esquisito ou até cafona, mas a realidade é que tudo se torna possível quando há planejamento. A galera do “que cafona!” simplesmente desconhece o que é planejar e só experimenta o pior do melhor. É durante o planejamento que você descobre se o sonho é exequível ou não. Simples assim. Sacou? Repita 10 vezes comigo: planejamento, planejamento, planejamento… E comece agora a se organizar!
Isso serve para a vida de um modo geral, viu? Tudo o que sonha em ter ou realizar, se você planejar direitinho, consegue entender se realmente é viável realizar. Fazer uma viagem incrível segue o mesmo princípio. Vou voltar em outro momento pra gente conversar mais sobre isso, mas a verdade é que o povo brasileiro sofre muito por não ter recebido uma educação financeira que o fizesse ter uma vida mais confortável e estruturada. Pois é. Terra brasilis education.
Eu volto para falar sobre educação financeira num outro momento, pois este é o segredo que ninguém te contou e nem vai contar, afinal, a quem interessa você saber usar seu dinheiro? Pense nisto. Hoje vamos falar de sua viagem possível. Anota aí. Para estruturar sua viagem dos sonhos, você precisa montar e construir um planejamento financeiro dessa viagem. Prever tudo, do tipo, tudo mesmo, inclusive o que provavelmente pode não acontecer. Só com tudo planejado e dentro do previsto, você vai poder descansar em sua viagem e se permitir. Aí é que a mágica acontece! Sem estresses e sem “surpresas”, o prêmio que você recebe pela sua organização é poder curtir cada dia de magia, cada refeição inesquecível, cada segundo de emoção. Tudo depende de você!

[mc4wp_form id=”816″]

Para realizar sua viagem para a Disney, vamos considerar uma viagem de férias fictícia de 10 dias, combinado? Nela, você quer conhecer a Disney e a Universal Studios. Assim, há 6 tópicos que você precisa compreender e ter em seu planejamento financeiro para esta viagem: Passagens aéreas, hospedagens, alimentação, transporte, parques e emergências extras. Nesses seis tópicos, você conseguirá entender se sua viagem será possível, ou se ela precisa ser diminuída (encurtada), para que possa realizar seu sonho.

Vamos do começo:

Passagens Aéreas

Isso é muito importante, pois para realizar sua viagem, quanto mais perto das datas do voo, elas ficam mais caras. Alguém aqui descobriu a pólvora? Claro que antecedência é importante, amore! Então isso tem ser uma das primeiras coisas que precisam ser reservadas. Estabelecer as datas da sua agenda e, a partir delas, as passagens aéreas.
Escolher a época do ano é muito importante. Se você resolver fazer sua viagem em dezembro ou nas férias de julho, brother, você vai pagar mais caro por isso. Nada de novo sob o sol. A regra é clara: fuja da alta temporada! Tire suas férias nas temporadas de baixa procura e se permita alguns luxos que na alta temporada nem em sonho você poderia ter.

Hospedagem

Hospedar-se, seja lá onde for, você precisa ler ou ter alguma referência sobre o hotel. Na era da internet, você já parou com muito amor e carinho para ler as classificações e avaliações de clientes sobre as hospedagens? Uma coisa é o que o estabelecimento escreve, outra coisa é o que o cliente relata. Amore, passe a ler as avaliações da internet e pondere. Claro que as pessoas são diferentes e há algumas pessoas cujas avaliações podem não ser parecidas com você, mas recomendo dar uma lida. Nesse nosso caso, já que estamos planejando uma viagem para Orlando, aviso logo que há vários casos de furtos em hotéis. Sempre escolha ficar longe dos grande centros e muvucas. Recomendações de hotéis são extremamente importantes para fazer suas reservas. Outra coisa, procure hotéis que servem café da manhã. É uma ótima economia que fazemos quando diminuímos essa despesa do nosso orçamento. Irmão, pode acreditar, no final, todo o dinheiro que pode economizar, você vai querer economizar.

Alimentação

Essa é a parte que dá mais para ajustar, pois há refeições caras, como nos parques, que nós não conseguimos fugir (pois é…), mas você pode escolher algo mais baratinho, como comprar refeições no Walmart e comer no hotel. Lembrando que isso pode ser o fiel da balança no final do orçamento, afinal, é tentador. Quem não gosta de comer fora e sobretudo diante de tantas ofertas de comidas lindas? No entanto, segure a onda! Reserve um dia para um jantar especial, mas todos os dias? Desnecessário. Pés no chão, que seu objetivo aqui não é apenas comer, ok?
Outra coisa muito importante nesse planejamento é que normalmente fazemos 3 refeições no dias: café da manhã, almoço e jantar. Se você seguiu nossas dicas, você reservou um hotel que já oferece café da manhã. Com isso, você economizou 33% de seu custo com alimentação. What? É, meu brother, estamos conversando em números aqui.

Transporte

Aluguel de carro, Uber, Lift ou outra coisa. Quando for escolher algum hotel, certifique que ele tenha transporte para os parques. Isso é bem legal e é também, um atrativo para alguns hotéis. Há vários hotéis que têm ônibus próprios e que fazem o shuttle (transporte) para os parques. Isso é uma grande economia! Quando você aluga um carro, vai pagar seguro, gasolina, estacionamento (que na Disney e Universal custa $20), sacou? Se convertermos para o real, você vai pagar $20 x 3,30 reais = 66 reais somente para estacionar. Socorro!

Parques

Lembrando que há várias promoções para os parques da Disney e Universal. Vale olhar a melhor época, claro, que é sempre fora da alta temporada. E, aqui no website da Inspire Viagens, você consegue achar sempre aqueles ingressos: compre 4 dias e ganhe mais 1, com o total de 5 dias. Isso é a glória, amados! Cada diária num parque Disney ou Universal custa algo de $140 até $310, sacou?

Emergências extras

Uma das coisas tão importantes, mas tão ignoradas, ô dó. Aprenda de uma vez por todas: numa viagem, as emergências sempre podem acontecer. Ainda mais quando se anda o dia inteiro, e normalmente só comendo junk food, podem aparecem dores nas costas, nas pernas, já pensou se rolar uma intoxicação alimentar? E lá vai você à farmácia comprar remédio e não há musiquinha do Mickey para isto, meu jovem. Esteja atento.
E mais, se acontecer de furar um pneu, bater com algum carro, ou constatar algum furto, lembre-se que isto está no seu planejamento de “emergências extras”. O que quero te fazer lembrar é que se as emergências não vão acontecer, elas PODEM acontecer. Você precisa estar preparado! Desavisados sempre pagam mais caro. Reservar uma grana para isso é importante. Quando estiver chegando no final da viagem e tudo estiver dentro dos conformes, pode se dar ao luxo de uma lembrancinha no free shop do aeroporto de chegada. Estamos entendidos?

[mc4wp_form id=”816″]

Vamos aos cálculos: quanto custa ir para Disney em reais!

Vamos aos cálculos
Custos para viagem à Disney:
Se você notar, o custo de transporte consome mais de 15% do seu orçamento! Isso, por conta dos custos que acompanham a locação de um carro, como estacionamento, gasolina e pedágios (Sunpass). Se você viajar e não alugar um carro e usar o ônibus do hotel, Uber ou Lyft, você poderá economizar 15% do seu orçamento. É isso aí. De nada.
A alimentação também impacta com quase 19% do orçamento. Se você conseguir segurar a onda nisso, vai ajudar a diminuir bastante o custo.
Na hospedagem, o ideal sempre é pesquisar a reputação do hotel. Você pesquisa a reputação do seu crush, mas ignora a do lugar onde você vai dormir, ir ao banheiro e guardar seus pertences? An-ham. Não adianta pagar barato e encontrar barata! Ser furtado lá fora, para brasileiro, meu amor, é quase uma gafe diplomática! Ah, mas isso pode acontecer com qualquer pessoa de qualquer nacionalidade? Lógico! No entanto, vamos prevenidos, que nosso dinheiro não é capim e nosso bem estar é importante. O que normalmente faço é ficar longe dos grandes centros. Hotéis na International Drive, por exemplo. Oi? Todo mundo ali imagina que se você é turista e está hospedado naquele local, é porque está com dinheiro sobrando, logo, você é um alvo, mole-mole. Eu, pessoalmente, gosto de ficar em Kissimmee. Fica a dica.
A boa lição que fica aqui é saber que quando você compra um pacote de viagem em qualquer agência ou operadora, você terá custos que não estão dentro do pacote. Com isso, não sente e chore, agarre esta dica e se planeje! Irmão, você está prestes a ver a Elsa! Let it go!
Uma coisa é certa, viajar faz bem à alma, ao corpo e ao espírito. Viaje sempre. Descubra o mundo fora do seu mundo e guarde tudo em suas lembranças, pois são à elas que você vai recorrer para se sentir feliz.

Grande Abraço.

S.A.